domingo, 15 de dezembro de 2013

Jogadoras de Futsal relatam sofrer preconceito no esporte jaguaribarense

Posted at  domingo, dezembro 15, 2013  |  in  Polêmica

Foto: Luciene Nazário

A discriminação sofrida pelas mulheres na sociedade brasileira é algo já estudado por vários estudiosos e fácil de perceber sua presença no município de Jaguaribara.

O futebol é um esporte praticado tanto por homens quanto por mulheres. Apesar de, em sua maioria, ser praticado por pessoas do sexo masculino, as mulheres têm demonstrado bastante interesse em jogá-lo. Assim, a primeira partida de futebol feminino ocorreu entre as seleções da Inglaterra e da Escócia no ano de 1895. Com isso, as mulheres foram se integrando aos esportes, principalmente com a primeira participação em Jogos Olímpicos no ano de 1928, em Amsterdã.

No período da ditadura militar brasileira era proibida a prática de atividades esportivas exercidas pelas mulheres, onde consideravelmente estavam expostas a diversas formas de preconceito, também chamado de machismo. Nesse mesmo período as mulheres eram responsáveis por cuidar dos filhos, da comida, e da organização da residência. Além de satisfazer os desejos sexuais masculinos.

Em Jaguaribara mais de 20 garotas treinam frequentemente, principalmente para representar o próprio município em campeonatos, olimpíadas e intercalasses do Vale do Jaguaribe.
Jogadoras constatm que a Prefeitura  não atendem as necessidades das atletas, como por exemplo, a falta de material e o mais importante para o reconhecimento do município de Jaguaribara na área esportiva, o transporte para os eventos citados. Vale ressaltar que em junho de 2013, o blog Jaguaribara em Foco publicou sobre os problemas enfrentados pelos esportistas jaguaribarenses. Veja no Link:


Em outubro, a Seleção Feminina de Futsal representou o nome do municipio nos JOGOS INTERMUNICIPAIS, em Itapipoca/CE, devido ao apoio do treinador Janga, qua alugou o transporte, enquanto a alimentação foi por parte das meninas, que procuraram por patrocínios, na qual arrecadaram R$500.
Enquanto em nome da Prefeitura, o atual prefeito prometeu o transporte, mas na hora "H" não atendeu os telefonemas. As meninas se consideraram discriminadas, pois a Prefeitura foi responsável pelo transporte da Seleção Masculina de Futsal para um  evento fora do município.

CONCLUSÃO: 
O preconceito no futebol feminino advém de fatores culturais, sociais, os quais precisam ser revistos, já que são fatores limitantes do desenvolvimento não somente do futebol, mas do esporte feminino como um todo. Necessita assim, de apoio das instituições desportivas para que gere uma valorização das praticantes no esporte e no meio em que vivem, a fim de que possibilite uma diminuição ou extinção do preconceito relacionado às mulheres.
As atletas querem mais atenção, respeito e um pouco mas de priorização, pois a mulher não serve apenas para cozinhar ou para lavar. Recursos devem ser aplicados o mais rápido possível, pois o esporte é um dos únicos lazeres da nossa Jaguaribara.

Curta e compartilhe

.
--
Copyright © 2013 Jaguaribara em Foco. Blogger Template by BloggerTheme9
Proudly Powered by Blogger.
back to top